Palavras mudas

Se todos os meus pensamentos fossem pintados em guarda-chuvas. Ou melhor, se o pensamento de todos fossem se espalhando pela superfície de objetos, como óculos escuros e nascendo em chapéus e pintados em camisas monocromáticas e a oralidade não fosse necessária, só assim talvez eu fosse capaz de te contar verdades. Olhando no teu olho.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s